Hoje em dia cada vez mais pessoas estão com vontade de abrir uma empresa própria para finalmente trabalhar com o que tanto amam, certo?

E depois de tanto estudo, muitos advogados possuem dúvida se precisam de uma contabilidade para advogado para abrir empresa.

E sabia que muitos profissionais dessa empresa ainda não sabem se advogado pode abrir MEI? Ou até mesmo não possuem muito conhecimento em abrir CNPJ para advogado individual.

Falando sobre abrir unipessoal de advogados, ainda existem muitas dúvidas sobre este processo.

Com foco em falar melhor sobre este assunto, iremos responder a todas às suas dúvidas e ainda demonstrar como você pode se tornar um empreendedor da melhor forma possível.

Boa leitura!

Primeiro de tudo: advogado pode abrir MEI?

Sendo a principal forma de uma pessoa entrar no mundo das empresas, diversos segmentos começam a funcionar como MEI, mas é importante que você saiba de uma informação antes mesmo de perguntar se advogado pode abrir MEI.

Nem todo profissional optar por ter um negócio como esse.

É importante você entender que isso não foi feito para prejudicar uma pessoa do ramo de advocacia ou algo parecido, até porque existem outras profissões não podem optar por abrir uma empresa como MEI.

Isso acontece justamente por um motivo: este tipo de cadastro foi criado para regularizar profissões que não possuíam um órgão regulador.

E o motivo de a resposta para a pergunta de “advogado pode abrir MEI?” ser negativa é claro: estes profissionais possuem a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) para regularizar e fiscalizar todas as atividades.

Lembrando que é necessário se afilar a este órgão para conseguir trabalhar sem problemas.

Lembrando o que afirmamos: essa regra vale para diversos cargos e é importante você saber disso e ao mesmo tempo não se preocupar: ainda é possível ser o dono de uma empresa ao realizar o processo de como abrir CNPJ para advogado individual.

E vamos falar justamente sobre isso no próximo parágrafo.

Ainda está com dúvidas sobre o processo de abrir uma empresa como essa, sempre contate uma contabilidade para advogado.

Como abrir CNPJ para advogado individual?

O processo sobre como abrir CNPJ para advogado individual não é muito complexo, mas exige certa atenção para que nada de errado aconteça.

A melhor coisa a se fazer na hora de procurar como abrir um CNPJ para advogado individual é sempre optar por um contador, onde este sabe como cuidar deste processo e lhe entregar o documento que permite o funcionamento de sua empresa.

Mas se você optar por fazer isso sozinho (a), o processo não possui muita burocracia.

Como está optando por abrir CNPJ para advogado individual, a escolha de natureza jurídica pode ser deixada de lado. Lembrando que a empresa que será aberta deve ter apenas um titular, onde este trabalha como gestor.

Com isso em mente, é hora de você comparecer até alguma unidade da Receita Federal e finalmente dar entrada no processo de como abrir CNPJ para advogado individual.

Como toda solicitação feita para o governo, saiba que será necessário apresentar algumas informações sobre você e o local de atuação de sua empresa.

Veja a lista abaixo e garanta que não irá esquecer de nada.

Primeiro sobre o dono da empresa:

Apresentar uma cópia simples do comprovante de residência do sócio;

Contrato social registrado perante à OAB;

2 Cópias autenticadas do RG e CPF;

Uma cópia do espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano atual;

Cópia da certidão de casamento (caso aplicável).

Agora falando sobre o local que o escritório de advocacia irá funcionar:

Duas cópias simples do IPTU do Imóvel;

Duas cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

Além de entregar tudo isso, é importante que você faça a solicitação de um alvará de funcionamento: sendo essencial para todas as empresas que irão usar um local para trabalhar, este documento é sempre emitido pela Junta Comercial.

Depois de realizar todos os processos citados acima, você já passou pelo passo a passo sobre como abrir CNPJ para advogado individual.

Mas além disso, é possível abrir uma sociedade unipessoal de advocacia, vamos falar sobre exatamente isso logo a seguir.

Se quiser deixar toda a burocracia de lado, entre em contato com uma contabilidade para advogado.

Passo a passo para abrir sociedade unipessoal de advogados

Como o modelo de negócio que os advogados podem abrir empresa com apenas um titular, isso está sendo cada vez mais optado pelos profissionais da área.

E essa ação tem ficada mais famosa apenas nos últimos anos, até porque apenas em 2016 que isso foi regulamentado pelos órgãos públicos.

E como a resposta para a pergunta de “advogado pode abrir MEI” é negativa, essa é uma opção interessante para um profissional de advocacia que prefere não ter sócios ou por este momento, quer atuar sozinho.

Pensando em lhe ajudar com isso, reunimos algumas informações importantes para que você consiga abrir sociedade unipessoal de advogados.

Acompanhe.

Planeje antes de tirar sua ideia de empreendimento

Pode-se dizer que abrir sociedade unipessoal de advogados não é nada complicado, mas é importante que você estude todas as ideias antes de colocá-las em prática.

Sendo este o primeiro passo para que sua empresa comece a sair do papel, é importante escolher um ramo de atuação, como por exemplo o familiar ou de legalização.

Também é muito importante definir a quantia que será usada no ato de abrir unidade pessoal de advocacia, assim como o número de funcionários, infraestrutura e demais assuntos necessários para que seu escritório comece a atender.

Falando um pouco sobre o futuro, não deixe de se atentar para que qualquer etapa de seu negócio seja planejada.

Isso é importante para evitar perda de capital e qualquer ação para que você não tenha problemas.

Faça o registro do contrato na OAB para conseguir abrir sociedade unipessoal de advocacia e emita seu CNPJ

O processo para entrar no mundo da advocacia como empreendedor é um pouco diferente do que é feito para abrir uma lanchonete, por exemplo.

E isso acontece justamente devido a esta profissão ter um órgão regulador: a Ordem Brasileira dos Advogados.

Portanto, é importante avisar à OAB que você está abrindo uma empresa de advocatícios, mesmo que já tenha se associado anteriormente.

Tenha em mente que será necessário realizar um pagamento para que tudo seja efetivado e isso varia muito com o número de sócios.

Como está pensando em abrir uma sociedade unipessoal de advocacia, os gastos serão menores, mas entenda que ainda assim você vai precisar desembolsar alguma quantia para que receba autorização para atuar.

Depois que estiver com o contrato registrado na OAB, basta comparecer a uma sede da Receita Federal para que seu CNPJ seja finalmente emitido e o processo de como abrir sociedade unipessoal seja então concluído.

Mas antes disso, atente-se a mais três pontos.

Vamos falar sobre eles.

Certificado digital, escolha de regime tributário e registro na Caixa Econômica/INSS

Sendo assuntos conhecidos por pessoas que já procuram mais pelo processo de abertura de empresas, é importante que o futuro dono do escritório de advocacia cuide destes assuntos para que a empresa seja aberta.

Certificado digital é um documento usado para validar as informações que constam em uma transação feita em âmbito virtual, mas estes também são necessários para emissão de nota fiscal dos serviços que um escritório executa.

É importante que você solicite um certificado digital (e-CNPJ) para ter acesso a algumas ferramentas, como por exemplo um sistema que auxilia na gestão da empresa.

Sobre o regime tributário, isso fala sobre a quantidade de impostos que você irá pagar de acordo com o porte e faturamento de sua empresa.

Existem diversos regimes tributários, mas o mais optado é o Simples Nacional, principalmente por empresas que estão iniciando suas atividades agora.

Por fim, não deixe de realizar o registro na Caixa Econômica, este referente ao INSS.

Apesar de uma sociedade unipessoal de advocacia ter apenas um funcionário, que no caso é o proprietário, ainda é necessário que esta empresa recolha e pague as guias necessárias.

Não deixe isso de lado na hora de abrir sociedade unipessoal de advocacia.

Lembrando que todo esse processo pode ser feito por uma sociedade unipessoal de advocacia por uma contabilidade para advogado.

Quer ajuda para encontrar uma contabilidade para advogado? Entre em contato com a plataforma 4 Mãos!

Agora que você sabe como entrar neste mercado, mas gostaria de deixar toda a burocracia de lado, o que acha de optar por uma boa contabilidade para advogado? Esses profissionais possuem o conhecimento necessário para que você entre no mercado dos empreendimentos.

E para não ter que procurar muito, basta entrar em contato com a plataforma 4 Mãos: servindo como verdadeira ponte de conexão entre empreendedores, basta enviar sua solicitação para a plataforma e esperar que até 4 contabilidade para advogado entrem em contato.

Quando estiver com tudo em mãos, basta fechar contrato com o escritório que mais lhe chamou atenção. Então o que está esperando? Preencha o formulário da plataforma e encontre sua contabilidade para advogado!

Leva menos de cinco minutos para que tudo seja feito e você comece a receber os 4 orçamentos dos escritórios de contabilidade sem pagar nada por isso.

Fonte: Jornal Contábil