O MEI – Microempreendedor Individual – ficará dispensado da emissão de nota fiscal:

  1. nas operações com venda de mercadorias ou prestações de serviços para consumidor final pessoa física; e
  2. nas operações com mercadorias para destinatário inscrito no CNPJ, quando o destinatário emitir nota fiscal de entrada.

Entretanto, ficará obrigado à emissão da NF:

  1. nas prestações de serviços para tomador inscrito no CNPJ; e
  2. nas operações com mercadorias para destinatário inscrito no CNPJ, quando o destinatário não emitir nota fiscal de entrada.

Base: inciso II do art. 106 da Resolução CGSN 140/2018.

Fonte: Guia Tributário